Peter Capaldi fala sobre o que podemos esperar da 10ª Temporada de Doctor Who

São esperadas grandes mudanças para a décima temporada de Doctor Who, logo que o showrunner não é mais o mesmo, e nem a companion do Doutor. Para Peter Capaldi, o novo ano deve renovar mais a série do que os anteriores.

“Acho que (a décima temporada) será empolgante, dinâmica. Doctor Who é uma série que se renova o tempo todo. Moffat costuma dizer que todo episódio da série é como se fosse o primeiro, mas acho que essa característica será ainda mais marcante neste novo ano”, afirmou o ator que interpreta o 12º Doutor em entrevista coletiva na Cidade do México.

De acordo com Brian Minchin, a décima temporada, que tem estreia marcada para 2017, já está sendo preparada. Sobre as surpresas que podemos esperar, ele afirmou: “Temos algumas coisas em mente, mas não podemos dizer agora. Peter Capaldi, por sua vez, disse também é um dos últimos a saber o que vai acontecer. “Steven e Brian me contam muita coisa antecipadamente, mas muitas das surpresas são surpresas para mim também. Gosto da experiência de não saber o que vai acontecer.”

Minchin também deixou as portas abertas para o retorno de Coleman e também de Maisie Williams, que teve um papel de destaque no nono ano. “Nunca diga nunca em Doctor Who. Elas podem voltar”, afirmou.

Recentemente, Capaldi afirmou que a BBC pediu que ele ficasse para a décima temporada, mesmo após a saída de Moffat. Mesmo tendo afastado a possibilidade de deixar a série no momento, ele conta que já pensou várias vezes na fatídica cena de regeneração, que simboliza a troca de atores no papel. “Assim que consegui esse emprego, pensei nisso, e percebi que um dia teria que sair. Isso me entristeceu e ainda me entristece. A cena de regeneração com Matt (Smith) é bem emocionante e hoje a vejo na posição dele”, conta.

“Dizer adeus a Doctor Who é difícil, mas na verdade esta é uma série da qual você nunca se despede. Quem vier depois de mim será a pessoa mais sortuda no mundo da atuação. Espero que seja eu (risos). Mas veremos. Ainda há muito tempo até tomar essa decisão (de sair).”

Os dois também comentaram sobre o uso de episódios duplos em Doctor Who, algo constante na nona temporada. “Episódios duplos dão mais tempo para se desenvolver uma história, e Doctor Who vive de ganchos”, afirmou Capaldi. “Gostamos de fazer histórias maiores, com ganchos, e na nona temporada, foi algo que parecia diferente do que havia antes. Gostamos muito do resultado, e acho que a nonta temporada tem algumas das melhores histórias que já contamos”, completou Minchin.

Perguntado sobre o quanto de si coloca em sua versão do Doutor, um tanto diferente dos antecessores David Tennant e Matt Smith, Peter Capaldi diz que não conseguiria quantificar, mas detalhou as diferenças entre ele e o herói. “Para fazer o papel, você sempre precisa colocar um pouco de si, mas não sou eu é o Doutor. Ele é mais heróico, corajoso e atlético (risos). Acho que muito de mim está nele sim, mas ele é cheio de mistério. O Doutor tem partes misteriosas, uma estranheza que posso sentir, mas nunca vou conhecer”, descreve.

Peter Capaldi também revelou que já sabe quem é a próxima companion, e que ambos já se encontraram para trabalhar na décima temporada, que terá 12 episódios e previsão de estreia para o Reino Unido entre abril e maio de 2017. Chris Chibnall, o substituto de Steven Moffat como produtor principal, assume a partir de 2018.

Gostou? Comente !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s