Resenha – A Culpa é das Estrelas

Na última quinta (5), ocorreu a estréia da tão esperada adaptação do prestigiado livro de John Green, A Culpa é das Estrelas. Na trama, Hazel Grace Lancaster, uma adolescente com câncer, se apaixona por um garoto chamado Gus, no seu grupo de apoio, e os dois vivem um amor que os levam em uma viagem inesquecível. Confira a Resenha !

Para começarmos a resenha… Sim eu li A Culpa é das Estrelas (ACEDE). Nesta resenha falarei do livro e do filme, comparando um ao outro, e também resumirei a história. E não, eu não chorei no filme (e nem no livro, mas confesso que foi triste). Assim como O Espetacular Homem-Aranha 2, ACEDE, também lotou os cinemas.

O filme começa pelo final, com Hazel Grace (Shailene Woodley) deitada na grama de sua casa, falando aquela frase inicial do trailer (Que você pode conferir aqui), e nisso aparecem flashes de sua história com Gus (Ansel Elgort). Logo após isso ela está no consultório de sua médica, sua mãe diz que ela está deprimida, e a doutrora diz para ela ir em um grupo de apoio que ela indicou, Hazel têm câncer nos pulmões. A pedido de sua mãe (Laura Dern), ela vai. Lá muitas pessoas sobreviventes do câncer, contam tudo o que passaram. O líder do grupo, Patrick (Mike Birbiglia) conta de seu câncer nos testículos, em sua mente, Hazel comenta a vida do homem. Lá ela troca olhares e sorrisos sarcásticos com Isaac (Nat Wolff).

11

Em um outro dia, ela vai para o grupo (denominado por ela Coração Literal de Jesus), e se encontra com um garoto simpático e carismático. Ela fica sem jeito. Enquanto Patrick fala, este garoto não para de a observar e sorrir. Isaac fala de seu câncer, que fez com que ele perdesse um olho, e que em breve ficará cego, pois terá que tirar o outro olho também. Logo após o seu amigo que olhava para Hazel se apresenta diante ao grupo, seu nome é Augustus Waters (Ansel Elgort), ele diz que teve um câncer que ocasionou na perda de uma de suas pernas, mas que agora, faz mais de um ano que ele não tem nenhum vestígio da doença. É perguntado para ele, se ele tem algum medo, Gus responde que ele tem medo de ser esquecido. Logo após isso Hazel se levanta, e diz que um dia todos nós seremos esquecidos. Ao fim da sessão, Hazel está na frente da igreja, e Gus se aproxima e pergunta o seu nome completo. Ela se apresenta como Hazel Grace Lancaster. Augustus a elogia, e eles começam a conversar. Em um momento ele tira um cigarro de seu bolso, o que a irrita muito dizendo que ele está colocando em sua boca, algo que pode lhe causar mais câncer, e pergunta se ele sabe como é ruim não respirar. Ele começa a rir, e diz que é uma metáfora, que ele coloca o que pode lhe mata entre os dentes, mas não o dá o poder de mata-lo. Eles observam Isaac com sua namorada Mônica (Emily Peachey), eles estão se beijando, e ele está apertando o seu peito (com força). Eles ficam repetindo a palavra sempre. Gus explica que eles falam isso, pois vão se amar para sempre. Ele convida Hazel para assistir o filme em sua casa, ela diz que é muito precipitado, e que ele poderia ser um maníaco, ele ri e diz que isso é sempre uma opção.

11

Ao chegarem, Hazel se depara com um monte de frases de consolo nas paredes. Lá ela conhece o Sr. e Sra. Waters (Milica Govich e David Whalen). Eles vão para o quarto de Gus, lá eles conversam, ele pede para que ela conte a sua história, ela começa falando de seu câncer, mas ele a pergunta de sua verdadeira história. Ela fala de seu livro predileto, Uma Aflição Imperial. Gus pergunta se tem zumbis ou stormtroopers, ela diz que não, e que se trata do câncer. Ele então a olha sério. Hazel diz que o escritor, Peter Van Houten (Willem Dafoe), sabe como é estar morrendo, e ainda estar vivo. Augustus então se compromete a ler, desde que ela leia o seu livro favorito, que é baseado em seu jogo favorito, O Preço do Alvorecer, ela da uma risadinha. Ele então sério diz que fala de coragem, honra e tals.

Ela lê o livro de Gus, e por dias ela espera uma mensagem dele, a todo momento ela olha para o seu celular. Durante um jantar com sua família, ela recebe uma mensagem de Gus pedindo para ela lhe dizer que o livro não acaba daquele jeito, que tem algo a mais. Mas ela diz que é assim mesmo. Os dois conversam pelo celular, e ela só pode ouvir os gritos de Isaac atrás, Gus pede para ela vir a sua casa. Chegando lá ela, Gus e Isaac estão jogando vídeo game (HALO). Ele conta que Mônica largou Isaac porque ele vai perder a visão. Ele então se levanta revoltado e começa a socar uma almofada. Gus sugere que ele destrua seus troféus de basquete, e ele o faz. Enquanto Isaac surta, Gus e Hazel ficam conversando sobre o livro.

Mais tarde em sua casa, Augustus liga dizendo que mandou um e-mail para Peter Van Hounten, perguntando do livro, e que ele o respondeu, agradecendo por ele apreciar o livro, mas que não pode revelar nada. Hazel fica ansiosa, e então decide escrever um e-mail para o autor. Ele responde dias depois, dizendo que não pode contar por e-mail, pois ela pode publicar na Internet, mas que ficaria feliz de lhe dizer o que acontece, se ela viesse para Amsterdã. Ela então conta para sua mãe, e pede para viajar, mas infelizmente eles não tem condições. No dia seguinte ela conta pra Gus, e ele pergunta por que ela não usa o seu desejo (Crianças e Adolescentes com câncer, ganham “desejos” de um grupo denominado gênios). Ela diz que já usou o seu desejo para ir para Disney quando mais nova. Ele fica frustrado por gostar de uma garota que usou o seu desejo para ir para Disney.

Augustus espera Hazel em sua casa, eles acabaram de voltar do hospital, ele a convida para um piquenique, ela vai para dentro de casa para se trocar. Gus a espera ao lado do Sr. Lancaster. Ele diz que é para ele ter cuidado, por conta da condição de Hazel, quando ele vai terminar uma frase, sua filha aparece e os dois vão embora. Eles vão até um parque onde tem uma espécie de escultura que forma um esqueleto, feita por um escultor holandês, Gus então retira um sanduíche com queijo holandês e um suco de laranja. Ele então conta pra Hazel que ele falou com os Gênios, e usou o seu pedido para que os dois viagem para Amsterdã, para que conheçam Peter Van Houten. Ela o abraça e agradece.

11

Ela conversa com os seus médicos para ver se ela pode fazer esta viagem, alguns deles discordam, dizendo que é perigoso. Então ela diz que pode ser a sua única chance de ir. Eles concordam. Mas na noite seguinte, Hazel tem uma decaída, e é encaminhada ao hospital. Gus vai a visitar. Depois de uns dias, que está recuperada eles conversam no balanço. Gus diz que nada o que ela faça para se afastar, vai diminuir seus sentimentos por Hazel. Ela diz que é uma granada, e que não quer o machucar. Ele responde que não se importa em ter o coração partido por ela.

Hazel recebe um e-mail da assistente de Van Houten, Lidewij Vliegenthart (Lotte Verbeek). Ela comunica sua mãe, dizendo que ela acha que elas ainda vão viajar, então a Sra Lancaster diz que ela e Hazel vão para Amsterdã. No dia seguinte, ela estão ansiosas para a viagem, seu pai esta ajudando com a bagagem para os três dias de viagem. Então Gus aparece em uma limusine. Ele diz que se fosse para viajar, ele ia viajar com estilo. No avião, Gus está muito nervoso, pois ele nunca esteve em um avião, Hazel e sua mãe acham engraçado. Ele coloca um cigarro na boca, logo uma aeromoça chega e diz que é proibido fumar dentro do avião, ele diz que é uma metáfora, e ela diz que essa metáfora é proibida. O avião decola e ele fica maravilhado. A Sra Lancaster diz que eles ficam bonitos juntos, Hazel diz que são apenas amigos, dai ele diz que ela é, mas ele não.

11

Ao chegar em Amsterdã, eles passeiam pela cidade, e mais tarde chegam ao restaurante Orange, ondem eles tem uma reserva. Lá eles são tratados como Senhor e Senhora Waters. Eles pedem a recomendação do chefe, e de cortesia ganha um champanhe, o garçom fala da história da bebida (Confira essa cena aqui). Eles então degustam a comida e a bebida. Augustus diz que esse terno, é o seu terno fúnebre. Gus declara o seu amor para Hazel, ela fica emocionada. No dia seguinte eles se arrumam no dia seguinte, para ir até a casa de Peter. Ao chegarem, eles são recebidos por Lidewij, sua assistente. A casa está cheia de cartas de fãs, que ainda estão fechadas. Van Hounten nem se quer sabia que os dois iam para a Holanda. Gus agradece ele pelo jantar que ele financiou (Ele também não sabia disto). Peter oferece Wisky ao dois, eles recusam. Ele diz que não contará o que aconteceria no fim do livro, por que não aconteceu, ele não escreveu mais nada, ele então liga um hip-hop sueco. Gus se irrita, e eles começam a brigar, pois Peter está sendo grosseiro, Lidewij pede para ele se comportar. Hazel começa a chorar, e insiste para que ele conte o final da história, ele finaliza dizendo que não contará nada, e pede para que eles vão embora de sua residência.

11

Hazel está decepcionada, por ele não contar o que acontece, e pelo seu escritor favorito ser um bêbado babaca. Lidewij os encontra, e diz que o tempo tornou Peter um homem cruel. Ela os convida para ir a Casa de Anne Frank. Chegando lá, ela adverte que eles não possuem elevador. Hazel chega ao último andar do lugar, exausta, e lá eles se beijam pela primeira vez. Todos no museu, aplaudem, Hazel fica envergonhada, e Augustus se exibe, e agradece a todos. Lidewij sorri para os dois. Eles vão embora, e ao chegarem no hotel eles vão para o quarto de Gus, onde eles “namoram”.

11

Em seu último dia em Amsterdã, eles saem para passear, e em sentados em um banco, Augustus revela que no dia em que ela esteve no hospital, ele foi diagnosticado de outro tumor, e que ele está morrendo. Os dois começam a chorar, mas ele diz que ficará tudo bem, e que o mundo não é uma fabrica de realização de desejos. Ao retornarem aos Estados Unidos, o pai de Hazel a espera chorando, com um cartaz. Gus começa o seu tratamento contra o câncer. Eles conversam com Isaac, que já perdeu o seu outro olho, ele está triste. Augustus então tem a ideia, de tacar ovos no carro de Mônica, para vingar seu amigo. Ao chegar na casa dela, ele abre a caixa e entrega os ovos para Isaac, ele erra as primeiras tentativas, mas depois começa a acertar o carro. A mãe de Mônica chega abre a porta, e então Gus faz um discurso (que você pode conferir aqui), e ela simplesmente volta para a casa.

11Na noite seguinte Gus liga para Hazel pedindo para que ela vá urgentemente ao posto de gasolina. Ao chegar lá, Gus está parado em seu carro, ele diz que foi comprar cigarros, quando começou a passar mal. Ela vê que o tubo que estava grudado nele, começou a infecionar, ele pede para ela não chamar uma ambulância, mas ela não tem opção. No hospital, a Sra Waters diz que ele ficará bem. Dias depois, Gus volta para casa de cadeira de rodas. Hazel o leva para um piquenique (no mesmo local do último), eles conversam, e ele diz que ele só queria ser lembrado, e ela diz que ela o ama e que se lembrará dele. Mais tarde na presença de Isaac, ele diz que gostaria de ver o seu funeral, mas como isso é impossível, ele fará um pré-funeral, e quer que ela e Isaac preparem algo.

11

Isaac e Gus a esperam no coração literal de Jesus. Isaac é o primeiro a discursar, ele diz que Gus foi um bom amigo, viveu até os 19 anos (Dai Gus diz que ele tem 18, então Isaac diz que ele está lhe dando um ano a mais de vida), e que se no futuro médicos vierem com olhos robóticos, ele os mandariam se catar, pois ele não gostaria de enxergar em um mundo sem Augustus Waters, mas que depois ficaria com os olhos, porque são olhos robóticos. Na vez de Hazel, ela agrade tudo o que Augustus fez por ela, ela diz que ele não imagina o tamanho de sua gratidão pelo seu pequeno infinito. Que não trocaria isso por nada nesse mundo. E que ele a deu uma eternidade dentro de seus dias contados, e que é grata por isso (é claro que esse não é o discurso completo Okay ?). Oito dias depois Augustus Waters morre na UTI quando o câncer parou o seu coração. Ela então começa a chorar em sua cama. No dia seguinte ela vai ao funeral do amor da sua vida. O cemitério está cheio, ela se senta ao lado de seus pais, e assiste. Quando vira para o lado, ela se depara com Peter Van Houten, ela se irrita com sua presença. O padre pede para que Hazel fale algumas palavras, ela diz que é a namorada dele. Todos se emocionam com o discurso, especialmente os pais de Gus. Ao sair, ela pede para ir sozinha no carro. Do nada, Van Houten entra, e tenta lhe contar o que acontece no final de Uma Aflição Imperial, ela não quer mais saber, ele entrega um papel, mas ela o amassa. Ele então diz que foi convidado pelo próprio Augustus, para comparecer em seu funeral, ele então vai embora. Mais tarde, ela e Isaac estão conversando na frente do balanço. Ele diz que Gus a amava muito e que falava dela o tempo todo. E disse também que conversou com Peter Van Houten, e que ele disse que Gus mandou ele vir de Amsterdã, entregar uma carta para Hazel. Ela então vai correndo para o seu carro e pega o papel. Enquanto ela lê, vemos flash backs de toda a história de amor entre Hazel Grace e Augustus Waters. No fim da carta está escrito: “Sou muito sortudo por amá-la, Van Houten. Não dá para escolher se você vai ou não se ferir neste mundo, meu velho, mas é possível escolher quem vai feri-lo. Eu aceito minhas escolhas. Espero que Hazel aceite as dela. Okay Hazel Grace ?”. Então Hazel (deitada na grama, como no início do filme) diz Okay.

11

Eu estive ansioso para este filme desde o seu primeiro trailer divulgado, e desde que eu tinha acabado de ler o livro. Eu li o livro por recomendação de uma amiga minha que disse ser o seu livro favorito (Isso tudo nos primeiros dias de 2014). Eu li o livro em dois dias, e eu realmente gostei da história, esse foi o primeiro romance/drama que eu li. Com isso eu percebi que o filme dirigido por Josh Boone, tem muitas partes do livro cortadas. Eu vou citar todas que me recordo. São cortadas a cena em que Hazel e Gus doam o seu velho balanço, e o entregam para o novo dono; quando Hazel passeia com uma amiga no shopping (a personagem nem se quer é citada no filme); quando uma garota pede para Hazel para experimentar o seu tubo de respiração (Essa cena estaria no filme, com presença do próprio autor, mas foi cortada); em Amsterdã, logo após Peter ser um babaca, Lidewij se demitia; no filme Gus vai buscar Hazel e sua mãe e limusine, no livro, o pai de Hazel busca Gus, e lá eles ouvem uma briga feia entre ele e seus pais antes de saírem (por ele estar doente), e também no filme ele conta ainda na Holanda para Hazel que ele está doente, mas no livro ela só descobre depois; No livro vemos o momento em que Isaac perde o seu outro olho, sua mãe aparece, e Hazel e Gus vão ao hospital vê-lo; no livro também, logo após a morte de Gus, Hazel vê um monte de mensagens de conforto postadas em uma rede social de Gus, e também ela vai até a casa de Isaac onde eles conversam e jogam vídeo-game (e o seu irmão mais novo aparece). Eu acho que isso foi tudo o que me recordo de faltar no filme.

11

Eu adorei o filme, mas eu espera um pouco mais dele. Umas das coisas que me incomodam no filme e também no livro, é que tudo acontece rápido demais, eles mal se conhecem, e ela já está assistindo um filme na casa dele. No livro é citado que o filme é V de Vingança (Filme lançado em 2006 baseado na obra de Alan Moore), mas isso eu entendo de não ser citado no filme, pois o filme estrelado por Natalie Portman e Hugo Weaving foi lançado pela Warner Bros, e A Culpa é das Estrelas, foi lançado pela 20th Century Fox. Eu também não imaginava Isaac e Peter do jeito que eles foram representados, mas isso não é culpa de ninguém, apenas da minha imaginação. Eu imaginava no inicio do livro que o Peter fosse como John Green, e depois que eles o conhecem, eu passei a imagina-lo como Peter Jackson (Diretor de O Senhor dos Anéis e O Hobbit) pois se eu não me engano no livro ele era descrito como baixo e gordo, e o nome Peter, me ajudou a imagina-lo assim. E Isaac eu imaginava bem mais nerd. Já Hazel e Augustus são exatamente como eu imaginava.

11

O ator Ansel Elgort que interpretou Augustus Waters, é um ator novo, de apenas 20 anos, e que começou a sua carreira em Hollywood no ano passado, com o filme Carrie: A Estranha (Protagonizado por Chloë Grace Moretz) e neste ano esteve também em Divergente. Ele é um ator muito bom, que tem grande futuro na industria cinematográfica (Se não acredita em mim, veja a entrevista de Ana Maria Braga com John Green e com os atores, clique aqui). Você deve conhecer Nat Wolff da série da Nickelodeon, The Naked Brothers Band de 2005. E Shailene Woodley, de diversos filmes, e mais recentemente, ela gravou cenas como Mary Jane em O Espetacular Homem-Aranha 2, mas sua participação foi cortada. Resumindo tudo, eu adorei o filme, e como eu disse no inicio do filme, não, eu não chorei assistindo. Durante o filme todo tinha algumas pessoas fungando e chorando, mesmo antes dele morrer, e quando ele morreu, eu virava para trás e via as meninas praticamente morrendo. Não me chame de insensível, por não ter chorado, eu achei o filme muito triste no final. Eu final mais triste, foi a morte da Gwen Stacy em The Amazing Spider-Man 2, eu tava tão aflito quando o Peter, eu quase gritei não no cinema.

Confira um trailer do filme:

A Culpa é das Estrelas (The Fault in Our Stars) estreou no dia 5 de junho de 2014, tem duração de 126 minutos, e possui roteiro de Scott Neustadter e Michael H. Weber. E direção de Josh Boone. Elenco: Shailene Woodley, Ansel Elgort, Willem Dafoe, Nat Wolff, Laura Dern, Sam Trammell, Mike Birbiglia e Emily Peachey.

 Veja também, a resenha do último filme de John Green, CIDADES DE PAPEL! Clique aqui.

13 pensamentos sobre “Resenha – A Culpa é das Estrelas

  1. Pingback: A Culpa é das Estrelas ganhará versão estendida | The Amazing Nerd

  2. Pingback: John Green assina acordo de exclusividade com a FOX | The Amazing Nerd

  3. Pingback: The Amazing Nerd – 3 anos | The Amazing Nerd

  4. Se tem uma coisa que eu posso dizer desse livro é que eu chorei muito depois do capitulo 21. Não tive como me segurar mesmo sabendo o que ia acontecer com cada personagem, eu chorei como se estivesse vivendo com eles aquela historia e livros assim são os melhores de serem lidos. Eu amei o livro e adorei seu blog, já coloquei em meus favoritos.

    Meu blog: http://www.umcontainer.com

    Curtir

Gostou? Comente !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s